Bob’s provoca estímulos sensoriais em campanhas publicitárias usando Adobe
Campanhas Publicidade

Com Adobe, Bob’s inova ao provocar mais estímulos sensoriais em campanhas publicitárias

Bob’s

Rede de lanchonetes promove milk-shake Crocante e sanduíche Bob’s Picanha Artesanal, utilizando últimos recursos tecnológicos em captação e edição de imagens

Para assistir a um filme publicitário, em geral, dois sentidos são acionados: visão e audição. O Bob’s, no entanto, resolveu desafiar essa regra em suas campanhas para o milk-shake Crocante o sanduíche Bob’s Picanha Artesanal: nelas, o espectador é inserido tão intimamente à produção desses itens, que fica possível notar a crocância dos flocos de chocolate, o cheiro do bacon ao ser deitado sobre a chapa e até imaginar o sabor final do prato principal e sobremesa oferecidos pela rede de lanchonetes. Resultado: um mix de estímulos sensoriais em poucos segundos de vídeo.

O desafio de apresentar as minúcias desses dois produtos ficou a cargo do estúdio brasileiro Platinum FMD, comissionada pela NBS, agência do grupo global de comunicação Dentsu Aegis Network. A realização das campanhas para o Bob’s só foi possível por um forte investimento tecnológico da Platinum. Desde o equipamento de iluminação do estúdio, passando pela aquisição de uma câmera Phantom 4K – inédita no Brasil – para a captação das imagens até a adesão em 2016 do pacote Adobe Creative Cloud, especificamente para o uso das soluções Adobe Premiere e Adobe After Effects. O estúdio possui mais de 25 anos no mercado e é especializado na concepção de imagens, com atuação global na prestação de serviços a grandes clientes de diferentes indústrias.

“A Platinum é globalmente conhecida pelos trabalhos de criação de imagens: fotografia, 3D e pós-produção. Há cerca de quatro anos, decidimos dar um passo adiante com a produção de vídeos para responder à alta expectativa do mercado com a mesma qualidade que somos reconhecidos no mundo pelo trabalho com imagens estáticas. Para isso, um investimento e aprofundamento em tecnologia era essencial. Felizmente, tivemos esse tremendo resultado positivo nos filmes para o Bob’s e que foram os primeiros com a nossa assinatura”, relata Flavio Albino, diretor de pós-produção da Platinum FMD.

Nos três primeiros anos de atuação da Platinum na criação de vídeos, apesar de contar com equipamentos que conferiam ótima captação, o estúdio não conseguia atingir os mesmos resultados em qualidade de imagens estáticas que a fizeram ser reconhecida. Antes do uso do Adobe Premiere e Adobe After Effects, toda edição de cor e definição passava pelo uso de softwares diferentes. A integração e comunicação entre as ferramentas da Adobe Creative Cloud, contudo, foram o ponto de virada para elevar o nível de trabalho com vídeos da Platinum.

“Os ganhos em qualidade de cor e imagem após aderir às soluções Adobe foram fundamentais para compensar o investimento em equipamentos técnicos como câmera e iluminação. O fluxo de trabalho foi otimizado pela integração entre o Premiere e o After Effects, resultando em maior produtividade, mas o principal foi a entrega de maior qualidade. Sem haver migração de softwares, o que ocorria antes da Adobe Creative Cloud, eliminamos a necessidade de renderizar e exportar, o que implica perda de qualidade”, detalha Albino.

As campanhas para o Bob’s são a materialização desse investimento que soma a experiência da Platinum em arte estática – aproveitando a estrutura de iluminação, de captação com a Phantom 4K e o domínio do Adobe Photoshop para edição dos frames parados – com o horizonte aberto pelo Premiere e After Effects. Os ajustes finos viabilizados por essas soluções e o fato de os projetos estarem integrados na mesma plataforma (a Creative Cloud) têm como resultado altíssima definição em vídeo (4K e 8K) e cor (Ultra HD), sem a menor perda de qualidade no fluxo de trabalho.

De acordo com o diretor de pós-produção do estúdio, o trabalho estético demandou toda a expertise e evolução tecnológica da Platinum. Pela captação de imagens em super close, já eram esperados defeitos, mas houve surpresas no caminho – qualquer sujeirinha, quando ampliada na tela em slow motion, tornava-se um borrão.

“A nossa sorte é que já trabalhávamos com imagens paradas. O escrutínio por que passa uma imagem parada na mão dos diretores de arte é muito maior do que um filme, então já tínhamos muita experiência nesse tipo de tratamento. Notamos através dos feedbacks recebidos que realmente estamos conseguindo fazer a passagem da imagem parada para o filme, mantendo a nossa qualidade estética e de luz, nos dando a certeza de que a escolha pela Adobe Creative Cloud foi correta”, explica Flavio Albino.

Cronologicamente, os lançamentos das duas campanhas para o Bob’s possuem o intervalo de três meses. Lançado em agosto de 2016, o filme do milk-shake Crocante foi o precursor. “O vídeo fez e está fazendo tanto sucesso, que rendeu um novo contrato para a campanha do sanduíche. Isso mostra que estamos no caminho correto, pelos investimentos que foram feitos e pela parceria com a Adobe”, finaliza Albino.

Tags

Sobre o autor

Dalmir

Dalmir

Dalmir Junior é fundador do Designers Brasileiros e Coordenador de Criação na Prefeitura de Franco da Rocha.

Comentários no Facebook