Verifique seu site antes de lança-lo | Designers Brasileiros
A equipe de criação e de desenvolvimento da agência KAUS reuniu, em um documento, uma série de pontos importantes para checar antes do lançamento de um projeto digital. Esta informação não é nova, mas circulou entre quem produz sites em diversas redes exatamente porque reúne os principais tópicos – e está aberta para colaborações. Veja o resumo – ideal para os gerentes e diretores – e se esta for sua área de trabalho, vá lá estudar mais um pouco!

  1. Página 404 – Personalize a página de “não encontrado” para que ela oriente seu usuário. Afinal, nenhum sistema de gerenciamento é perfeito e links quebrados fazem parte do jogo (e devem ser evitados ao máximo)
  2. Validação de formulários – além do bom design, é preciso respeitar as regras básicas. No Brasil, para completar, é preciso expertise extra para lidar com a massa de analfabetos funcionais, que são 75% da nossa população.
  3. Prever títulos grandes e designs fluidos – isso evita erros na apresentação da página para o usuário. Caso o seu desenho seja limitado, lembre-se de criar esta limitação no sistema de gerenciamento.
  4. Todo cuidado é pouco com tipografia, espaçamento e leitura – isso garante sucesso!
  5. Alinhe à esquerda! – Na web, o melhor é ler textos não alinhados, porque nenhum browser tem sistemas de separação de sílabas segundo o idioma e isso facilita a localização do texto pelo usuário.
  6. Favicon – crie um ícone para aparecer na aba ou janela de navegação. Isso facilita a vida do usuário pesado, que tem muitas abas abertas ao mesmo tempo.
  7. Defina objetivos para as métricas – Antes de lançar o site, saiba os objetivos – isso ajuda a escolher corretamente as ferramentas a se trabalhar em cada projeto. Outro ponto importante é configurar o código nas páginas corretas para facilitar o acompanhamento dos resultados.
  8. Atenção aos títulos e metatags – os atributos “title” e “metatag” (descrição do site) aumentam a sua visibilidade para motores de busca e contribuem com o seu sucesso. Já falamos um tanto sobre SEO aqui no blog, consulte.
  9. Mapa do site em XML – este arquivo (sitemap em XML, em internetês) é fundamental para os robôs e também ajuda a indexar suas páginas mais rapidamente. Fundamental.
  10. Carregamento rápido – o tempo de carregamento do site (para o usuário) é outro quesito fundamental – tanto na busca como para o visitante. Lembre: mesmo com “banda larga”, a conexão brasileira é uma das piores do mundo. Conheça e use todas as boas práticas.
  11. URL’s amigáveis – em vez de uma página chamada produtos/id=3 experimente eletrônicos/impressoras/deskjet… seu site vai ficar muito melhor na foto das buscas.
  12. Redirecionamento 301 – é comum comprarmos todos os domínios possíveis: .com, .com.br, .net e apontarmos todos para o domínio principal. O resultado é conteúdo duplicado – que é eliminado com o redirecionamento 301 e tags condicionais. Cuide para que seu comércio eletrônico atenda estes padrões e melhore seu ranking.
  13. Valide seu site no W3C – O organismo criou padrões para a internet. E quando verificados, 90% dos sites não os atendem. Vale a pena seguir estas regras (muito simples) por uma simples razão: o site carrega mais rápido, funciona em qualquer navegador e se sai muito bem junto aos robôs de busca.
  14. Links quebrados jamais – caso você tenha conteúdo dinâmico (sessão de notícias, blog e companhia) tenha ferramentas para verificar links quebrados e acompanhar suas páginas de erro (404).
  15. Monitoramento do Feedback – o site está no ar, tudo funciona. Use as ferramentas da rede – Twitter, alertas, feeds – para saber o que os usuários falam do seu site e, se necessário, fazer ajustes. Lembre: o site é dele.
  16. Monitoramento de SEO e construção de links – Além de monitorar resultados de buscas (vital para a sobrevivência na web hoje) é importante, depois do lançamento, trabalhar a construção de referências ao site no nicho de interesse. Entenda: referências, na web, são links.
  17. Notifique os visitantes sobre navegadores desatualizados. É bastante simples colocar um script e avisar os internautas de que seu browser precisa ser atualizado. Isso permite o uso dos últimos avanços tecnológicos, como o CSS3 e o HTML5.
Dalmir
Author

Dalmir Junior é fundador do Designers Brasileiros e Coordenador de Criação na Prefeitura de Franco da Rocha.

Comentários no Facebook