Acessar sites fora do ar? Descubra como | Designers Brasileiros
Ferramentas Geral

Como acessar sites fora do ar

acessar sites fora do ar

Quando tentamos acessar sites fora do ar, no trabalho ou faculdade, e descobrimos que o endereço está bloqueado, podemos apelar para o uso de um proxy externo, o que geralmente resolve o problema, visto que existem milhares de webproxys gratuítos espalhados pela internet (veja vários em http://www.proxy.org/), e é praticamente impossível um administrador de rede bloquear todos eles, sem exceção. Mas, e quando o site está efetivamente fora do ar?

Poderíamos apelar para o cache do Google, que, confesso, já usei várias vezes e me socorreu em diversas ocasiões, porém, existe um problema: o cache do Google geralmente é bem antigo, dependendo da importância da página em questão e isso faz com que o conteúdo, por estar desatualizado, não seja mais útil para nós. E agora? Existe outra alternativa para acessar sites fora do ar ou temos que nos sentar e aguardar até que o site volte ao ar?

Existe sim! O Wayback Machine, uma iniciativa Internet Archive, nele, além de você poder acessar diversas versões do site desejado, pode também salvar a versão atual dele, para que ela esteja acessível no futuro, caso venha a sair do ar, ficará na história da internet. Para usá-lo é simples, basta acessar o site, inserir o site a ser acessado no campo em branco e clicar em browse history, além da última versão, você pode acessar as outras versões do site. Por exemplo, se você quiser conhecer os layouts anteriores do Designers Brasileiros, basta seguir os procedimentos acima indicados.

Se tudo der certo, você poderá acessar o artigo sem problemas. Apenas para você ter ideia da idade do cache, eu fiz um teste logo após publicar um artigo aqui, e o cache do CoralCDN já estava com o novo conteúdo. O serviço pode não ser perfeito ainda, mas com certeza já é uma alternativa muito melhor ao cache do Google e merece ser considerado.

Sobre o autor

Dalmir

Dalmir

Dalmir Junior é fundador do Designers Brasileiros e Coordenador de Criação na Prefeitura de Franco da Rocha.

Comentários no Facebook