Você sabe o que faz um Designer Instrucional? Saiba um pouco mais sobre essa profissão

Quem tem um projeto na web, como, por exemplo, uma loja online, deve saber da importância de alguns recursos importantes para o bom desempenho desse empreendimento.

Um bom serviço de hospedagem de site é muito importante para uma loja virtual, pois assegura para ela recursos valiosos, tais como espaço em disco e backups.

Outro elemento fundamental para um e-commerce é a obtenção de um certificado SSL. Graças a esse tipo de certificado é possível manter a segurança das senhas e informações por meio de criptografia.

Porém, dependendo dos produtos ou serviços oferecidos pela loja, é importante proporcionar para os clientes alguns vídeos ou gráficos que contenham instruções sobre como é o uso correto e seguro do produto.

Contudo, é aí que pode entrar em cena um profissional conhecido como Designer Instrucional para elucidar melhor a utilização do produto para o cliente.

As funções do Designer Instrucional

O Designer Instrucional, que também pode ser chamado de DI, é o profissional que detecta um problema de aprendizagem ou gap de conhecimento. Para solucionar tal problema, ele desenvolve uma solução adequada para o assunto.

Sendo assim, o Designer Instrucional, ou também Designer Educacional, pode atuar não apenas para a melhoria de uma apresentação de um e-commerce, mas também para beneficiar a abordagem de um site de EaD (Ensino à Distância), por exemplo.

Desse modo, no caso do site de Ensino à Distância, é possível afirmar que o Designer Instrucional irá exercer a comunicação entre o criador de conteúdo e o profissional responsável pela diagramação. 

Sendo assim, é o DI que vai efetuar uma análise do curso e adaptá-lo para o ambiente virtual, sempre com o objetivo de facilitar a aprendizagem do aluno. 

Além disso, a atuação do Designer Instrucional pode ser realizada por meio de diferentes níveis. Vamos conhecer mais sobre eles? 

Nível micro

O Designer Instrucional, nesse caso, irá atuar sanando conceitos básicos, tais como desenvolvimento de roteiro e elaboração de conteúdo.

Nível intermediário

Nesse nível o DI auxilia a estruturar cursos e disciplinas no EAD, bem como definir quais as mídias serão usadas nas aulas.

Nível macro

Nesse nível a atuação do Designer Instrucional é muito mais abrangente. Portanto, ele será responsável por estipular as diretrizes completas do projeto, definindo também os métodos de curso a serem utilizados e o sistema de ensino da instituição.

Vale lembrar que, além do Ensino à Distância, um DI pode também atuar em empresas de médio e grande porte na hora de elaborar o treinamento para os colaboradores.

As competências e ferramentas essenciais para um Designer Instrucional

Para atuar de maneira segura e transmitir os seus conhecimentos de forma clara, é importante que o Designer Instrucional tenha algumas noções teóricas importantes. Tais saberes geralmente envolvem áreas como Pedagogia, Psicologia, Design e Informática.

Ao dominar campos tão diversos, o profissional que atua como DI vai saber que todo o processo de educação está sendo realizado mantendo o foco nas necessidades do público-alvo, sejam eles alunos de um curso EaD ou o treinamento dos funcionários de uma corporação.

Além disso, o Designer Instrucional exerce as suas atividades tendo por base modelos teóricos bem definidos. Um dos mais conhecidos quando o assunto é DI apresenta 5 estruturas que formam as iniciais ADDIE. Veja quais são elas. 

Análise

Essa é a etapa em que o Designer Instrucional analisa as características e os objetivos do público-alvo.

Design

É quando o profissional pensa na estrutura de apresentação dos conteúdos, sempre tendo em mente que é importante facilitar ao público a assimilação dos conteúdos.

Hoje em dia, em que smartphones e demais dispositivos móveis estão cada vez mais comuns, é importante que o profissional de DI utilize sempre o Design Responsivo.

Desenvolvimento

Serão colocadas em prática as duas etapas anteriores. Desse modo, o DI vai desenvolver testes e protótipos do projeto. 

Implementação

Essa é a fase onde são realizadas comparações e verificações, sempre com o intuito de averiguar a eficiência do projeto.

Avaliação

Também conhecida como “evaluate” em inglês, essa etapa é propriamente dita a fase em que os objetivos do projeto serão avaliados.

Alguns dos aspectos importantes a serem analisados consistem na responsividade do projeto, na facilidade de navegação e na disponibilização correta dos elementos no layout.

Por isso, é importante que o profissional que trabalha como Designer Instrucional conheça algumas ferramentas importantes para a função, como o Illustrator, o Figma e outras de igual relevância.

De uma forma geral, o Designer Instrucional, ou Designer Educacional, é um profissional fundamental para desenvolver um bom ambiente de aprendizado que auxilia alunos em um EaD, ou o treinamento de profissionais de uma empresa.

Conclusão
O Designer Instrucional domina todos os recursos técnicos e práticos para a criação de eficientes métodos de aprendizado.
Portanto, a presença desse profissional se torna bastante relevante, tanto em instituições de ensino quanto em empresas.

Dalmir
Autor

Dalmir Junior é fundador do Designers Brasileiros e Coordenador de Criação na Prefeitura de Franco da Rocha.

Comentários no Facebook