Caixa terá nova identidade visual com custo estimado de R$ 800 milhões
Design Gráfico

Caixa estuda nova identidade visual com custo estimado de R$ 800 milhões

A Caixa Econômica Federal pode adotar, após as eleições, uma nova identidade visual, pronta para ser implementada em documentos, cartões, lotéricas e agências bancárias. Aplicar o novo visual custará cerca de R$ 800 milhões, segundo fontes da instituição.

A primeira versão do logo, segundo o Metro Jornal, ficou pronta e foi aprovada pelo Conselho da Caixa (veja em primeira mão acima). O estudo final, com os custos oficiais, deve ser entregue até 12 de setembro.

O mentor da mudança da identidade visual da Caixa foi Nelson Antônio de Souza, atual presidente da Caixa, que, ao revirar gavetas ao ascender ao cargo em 2 de abril, resgatou um estudo de 2016 que tratava da mudança – na época, com custo estimado de R$ 500 milhões. Logo determinou aos 12 vice-presidentes que a troca fosse aprovada para ser uma “marca” da gestão dele no banco. Em 2017, chegou a haver uma mudança, mas sem mexer em cores ou exigir adaptação da magnitude que a nova marca, embora também com alterações sutis, prevê.

Sobre o autor

Dalmir

Dalmir

Dalmir Junior é fundador do Designers Brasileiros e Coordenador de Criação na Prefeitura de Franco da Rocha.

Comentários no Facebook