Manual de identidade visual: importância e vantagens | Designers Brasileiros

Um manual de identidade visual vai muito além de informar o designer sobre como utilizar o logo da empresa de forma correta. Ele traz todas as diretrizes visuais que representam a companhia – desde o logo, sim, até mesmo uniformes, fachada dos escritórios, presença online e offline, entre outras aplicações visuais da empresa Saiba mais sobre a importância desse manual e das vantagens que ele pode trazer.

O que é um manual de identidade visual?

Um manual de identidade visual pode ser definido como um conjunto de diretrizes e normas que tem o objetivo de orientar e garantir que todas as representações visuais de uma empresa terão um padrão. Esse padrão é a Identidade Visual da marca/empresa, que é elaborada seguindo conceitos como imagem, visão, valores, missão, público-alvo, entre outros. Para saber mais sobre isso, confira esse post sobre o que levar em conta na hora de criar uma identidade visual.

Esse manual pode ser um arquivo PDF, um livro ou apenas uma folha de papel – tudo vai depender do tamanho da empresa, das variações e ramificações de suas representações visuais e, claro, da qualidade de tal manual. Mas, afinal, por que uma marca deve ter um manual de identidade visual, quais as suas vantagens?

Os benefícios do manual de identidade visual

Como todo manual, esse também tem a função de orientar e instruir alguém responsável por construir/montar algo. Ou seja, contar com um manual de identidade visual evita erros e reforça a integridade e credibilidade de uma marca. Por exemplo, ao ver um anúncio online de uma empresa cujo logo tem uma cor e acessar o site dessa empresa e perceber que o logo tem outra forma, você provavelmente terá dúvidas quanto à qualidade e credibilidade dessa empresa.

Portanto, ter um manual com informações e orientações sobre como representar visualmente a empresa nas mais diversas situações ajuda a transmitir segurança e qualidade, trazendo assim mais clientes e negócios. Além disso, ter uma identidade visual e saber aplicá-la ajuda a marca a atingir seu público-alvo com facilidade e eficiência, e ainda reforça a notoriedade da empresa. Por fim, evita gastos com materiais e ações elaborados de forma errada e que precisam ser substituídos ou ajustados – o que consome tempo e recursos.

O que faz parte de um manual de identidade visual

Dependendo da realidade de cada empresa, o manual de identidade visual pode ter diferentes itens. De regra geral, ele traz explicações sobre todos os elementos que formam a marca visualmente: especificação das cores da marca e do restante dos itens da empresa, o conceito da marca (e de seu logo), as aplicações desse logo em diferentes situações e contextos (com relação a tamanho, cores, posicionamento, margens etc), tipografia, orientações sobre como aplicar a marca e o logo em diversos materiais (imagens para Internet, folders, baners etc), entre outros elementos.

Tudo isso é apresentado com exemplos tanto de aplicações corretas quanto erradas, para que os responsáveis por aplicar a identidade visual da empresa possam ter total clareza e confiança de como isso deve ser feito.

Esse post foi uma colaboração do Ramiro Martini da Cinco TI, uma das melhores empresas de tecnologia da internet.

Dalmir
Author

Dalmir Junior é fundador do Designers Brasileiros e Coordenador de Criação na Prefeitura de Franco da Rocha.

Comentários no Facebook