O Design Automotivo no Brasil | Designers Brasileiros
Design Automotivo

O Design Automotivo no Brasil

design automotivo no brasil

Pouco se fala em design automotivo em nosso país, centenas de modelos de veículos são lançados anualmente em todo o mundo, porém, dificilmente ouvimos falar sobre o criador de tais modelos.

O designer automotivo é o responsável por criar modelos inovadores que melhoram a funcionalidade e a aparência dos automóveis. A maioria deles trabalha em equipe com outros designers e engenheiros. O designer de carros pode ganhar um salário bom, além de conseguir combinar habilidade técnica com criatividade e inovação.

Atualmente não existe uma graduação específica na área de design automotivo, por isso, a maioria dos profissionais faz cursos de design de produtos ou desenho industrial e depois se especializa com cursos de sketch, rendering, gestalt, modelação, alias automotive e color & trim.

Para falar com mais propriedade, buscamos um dos poucos designers automotivos do Brasil: Marcio Sartori, que é diretor da ÍCON Design, um estúdio especializado nas áreas automotiva e de produto que também oferece cursos específicos de formação em design.

D.J: Márcio, fale um pouco de você.

M.S: Sou carioca, 39 anos e formado em Desenho Industrial desde 2002. Antes fiz 2 anos de Engenharia Mecânica mas vi que não era exatamente o que eu queria. Sempre foquei meus estudos em Design Automotivo de maneira autodidata durante a Universidade até que mais para o final, comecei a conhecer algumas pessoas do setor que me orientaram. Participei do concurso Talento Volkswagen em 2002 quando fui primeiro lugar e ganhei como prêmio um estágio de um ano no estúdio da montadora em São Bernardo do Campo durante 2003. Em 2005 fui contratado como Designer da Ford em Camaçari onde fiquei por 3 anos. Depois retornei como Designer para a Volkswagen onde fiquei mais 3 anos. Em 2010 decidi me desligar e me tornar diretor da ÍCON Design com meu sócio Nelson Lopes, que também tinha sido da Volkswagen na Alemanha.

D.J: O que despertou seu interesse em seguir a carreira da designer automotivo?

M.S: Sempre fui apaixonado por carros, aviões e barcos e também por desenho e escultura. Unindo todas essas habilidades, sem dúvida o Design era com o que eu mais me identificava.

D.J: Quem / o que tem sido a maior influência em seu trabalho até à data?

M.S: Não teria uma pessoa exatamente, mas tive muita sorte de ter trabalhado, especialmente na Volkswagen, com Designers excepcionais que me ensinaram muito. Muitos deles hoje estão espalhados mundo a fora nos maiores estúdios de grandes montadoras. Quando você tem boas referências, as coisas andam mais rápidas.

D.J: Qual é a sua parte favorita no processo de desenvolvimento de um veículo?

M.S: O desenvolvimento em Clay. É o momento onde o carro nasce de fato, onde você materializa as ideias que estavam no papel e que eram apenas um sonho. Nada substitui essa etapa e é onde os grandes profissionais se destacam. Em minha opinião “carro bonito nasce no Clay”.

 D.J: Na sua visão, faltam designers automotivos em nosso país? E no mundo?

M.S: Estamos num momento de recessão. Tivemos anos de muita prosperidade no setor e que agora está aguardando a crise passar para retomar o crescimento. Acredito que isso seja normal para quase todos os setores de desenvolvimento no Brasil. O setor de Design Automotivo sempre será extremamente exigente com o profissional que desenha ingressar na área, portanto quem for aspirante, não pode se preocupar com essa fase e precisa se manter sempre se preparando para uma oportunidade futura. No exterior sempre haverá oportunidade para quem tem talento. Sempre!

D.J: Você tem algum conselho para os jovens que desejam seguir para o setor automotivo?

M.S: Num primeiro momento, focar 100% nas habilidades manuais. Treinar muito os Sketches manuais com esferográfica apenas.  Depois começar a aprender o Sketch e renderização digitais, pois é a tecnologia utilizada para representação gráfica já há algum tempo. Praticamente não se usam mais marcadores e pastel, porém mesmo assim considero uma etapa importante na formação do Designer. Acho que para dominar bem o digital, é importante você ter o controle do manual.

D.J: Na sua opinião, qual o carro mais satisfatório no quesito design?

M.S: Essa não é uma resposta simples. Existem diversos fatores a serem considerados como produto e marca dentro de cada categoria no mercado. Cada empresa tem uma filosofia e no fim o que interessa é o desempenho comercial do produto. Em minha opinião, marcas como Aston Martin, Alfa Romeo, Mercedes, Audi e etc, são montadoras quem possuem uma filosofia de Design muito bem definida e desenvolvida. Identidade forte, qualidade de proporção e superfície, acabamento impecável e admiração do público.

D.J: O que lhe fez criar a ÍCON Design?

M.S: A ÍCON surgiu de nossa vontade de ter um negócio próprio, fornecer serviços com o mesmo nível técnico que temos dentro de uma montadora e também compartilhar conhecimento com a área acadêmica. Sem dúvida, também temos tido diversas oportunidades de também atuar em outras áreas como Produtos em geral e cenografia.

D.J: O que é necessário para se tornar um designer automotivo?

M.S: Muita sensibilidade visual e proporcional. Habilidade manual com desenho e escultura. No mínimo inglês fluente e ser apaixonado pelo que faz. Diria que essas são as características principais para um aspirante ingressar na área.

Conheça os cursos de design automotivo da ÍCON Design.

Sobre o autor

Dalmir

Dalmir

Dalmir Junior é fundador do Designers Brasileiros e Coordenador de Criação na Prefeitura de Franco da Rocha.

Comentários no Facebook